Governo de São Paulo revoga aumento do ICMS

14/01/2021 - 09:17

Com isso, os benefícios fiscais para a produção de alimentos e de medicamentos serão mantidos


O governador paulista, João Doria, revogou nesta quinta-feira (14) as mudanças nas alíquotas de ICMS para o setor de hortifrútis, insumos agropecuários e energia elétrica para os produtores de São Paulo.

A medida inclui também os medicamentos genéricos. Com isso, os benefícios fiscais para a produção de alimentos e de medicamentos genéricos são mantidos.

O texto será publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (15). Descontentes com as mudanças nas alíquotas de ICMS, o setor agropecuário chegou a promover um tratoraço no último dia 7. O protesto mobilizou mais de cem sindicatos rurais e cooperativas, teve o objetivo de alertar para a alta do tributo, que elevaria custos que seriam repassados aos consumidores, segundo a Faesp.

Com a mudança proposta anteriormente pelo governo estadual, e que entraria em vigor nesta sexta-feira (15), a alíquota para importantes produtos utilizados no campo, hoje em 7%, subiria para 9,4%. A de 12% iria para 13,3%. Produtos isentos até então teriam cobrança de 4,14%.

A manutenção das novas alíquotas afetaria a produção e a comercialização de alimentos e de medicamentos, recaindo um peso maior sobre a população mais carente.

Aprovado em outubro pela Assembleia Legislativa, o aumento nas alíquotas seria válido de 2021 a janeiro de 2023 como forma de elevar a arrecadação para recompor o rombo causado pela pandemia, sob a justificativa de garantir ao menos mais R$ 7 bilhões para áreas como saúde, educação e segurança.

Pela lei 17.293/2020, os insumos agropecuários, isentos nas saídas internas no Estado de São Paulo, passariam a ser tributados em 4,14%. A isenção de energia elétrica, válida para todas as propriedades rurais, seria limitada até o consumo de 1.000 kWh por mês, passando de 0% para 13% quando superasse esse patamar.

Com a revogação da tributação sobre energia, o mercado incentiva o uso de tecnologia, que o pequeno produtor de hortaliças faça irrigação, que o produtor de leite tenha condições de resfriar seu produto e, para isso, é necessária a energia elétrica.

Cooperativa de Energização e
de Desenvolvimento do Vale do Mogi

Rodovia SP 215, Km 96,7 - Bairro São João
Porto Ferreira - SP - CEP:13660-971
SAC 24 HORAS
0800 016 15 61

Atendimento ao Público
Segunda à Quarta - 7h00 às 17h00
Quinta e Sexta - 7h00 às 16h30
Atendimento Emergencial
24 Horas

Visão geral de privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes cookies, os cookies que são categorizados como necessários são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. Também usamos cookies de terceiros que nos ajudam a analisar e entender como você usa este site. Esses cookies serão armazenados em seu navegador apenas com o seu consentimento. Você também tem a opção de cancelar esses cookies. Porém, a desativação de alguns desses cookies pode afetar sua experiência de navegação.

Usamos cookies em nosso site para fornecer uma experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de todos os cookies